Júlia Oliveira Poesia RETORNO
Alguém Eternamente
Alguém

 

Atenção! Parece tratar-se de Plágio

                                                         
Alguém

 

Alguém  haverá um dia de dizer como:

 

O jardim ou o bosque ou o rio

qual deles chegará primeiro

à vontade da saudade

ao desejo das mãos dadas

a um beijo...

Em nome dos teus olhos, do azul do sonho...
Em nome do primeiro beijo se acende a
cor da relva e entornam os corpos 
as lágrimas e o fogo.

Ignorar em que rua casual nos cruzaremos
que palavras diremos
De que gesto de amor serei então capaz.

 

Júlia Oliveira

                             

RETORNO   Início
à Página anterior Acessos  Alertas Apoios Crónicas Desenhos Dicas Esculturas
Fotografia  Fotos  Informática Pintura Poesia Português Quem Somos Sugestões Textos